Curta e Siga


Saiba mais sobre a Anorexia em Idosos




Olá! Eu sou a Dani e esse texto fala sobre Saiba mais sobre a Anorexia em Idosos.



A Anorexia é um distúrbio alimentar caracterizado pela redução ou perda de apetite. Provoca desnutrição e perda de peso acima do que é considerado saudável. Com isso, aumenta o risco de morte, principalmente em idosos.

Cada vez há mais pessoas idosas socialmente ativas. A expectativa de vida aumentou e há uma melhora significativa da qualidade de vida, mas também vemos uma grande dificuldade de aceitação de certas limitações e da deterioração da aparência, o que dá origem a estes graves desajustes emocionais

São transtornos próprios da civilização que vivemos e os idosos estão expostos às mesmas situações que outros grupos com bombardeios de publicidade e pressão social

Algumas alterações fisiológicas do envelhecimento aumentam a pré-disposição à Anorexia:

  1. O uso de medicamentos opióides (analgésicos) reduz o desejo de comer.
  2. Aumento da produção de colecistocinina (hormônio da saciedade).
  3. Aumento da retenção gástrica, causando sensação precoce de saciedade.
  4. Alterações hormonais que reduzem o desejo de se alimentar.
  5. Fatores bio-mecânicos como saúde dental precária, dificuldades de deglutição, redução da produção de saliva, etc.

O diagnóstico de Anorexia é multi-fatorial. Deve-se considerar presença de doenças que aumentam o risco de perda de apetite, como a Depressão. Fatores sociais e ambientais também devem ser considerados. Este idoso mora sozinho? Como é seu acesso a restaurantes e supermercados? Sua mobilidade está preservada?

O tratamento pode ser feito apenas com medidas não farmacológicas. Mas, em casos mais extremos, deve-se incluir medicamentos no tratamento. As primeiras medidas a serem tomadas são:

  • Oferecer sempre alimentos saborosos e bem apresentados.
  • Evitar refeições sozinho. Privilegiar refeições acompanhado de familiares e amigos.
  • Oferecer alimentos em horários regulares, que não afete o apetite para as refeições principais do dia.
  • Utilizar suplementos alimentares (somente sob indicação de médico ou nutricionista).

Espero que você tenha gostado da abordagem. Segue a gente nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, e no Youtube. Entre no grupo do Whatsappe no grupo do Telegram

Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

Nenhum comentário