Curta e Siga


Como está a sua relação com a comida?




Olá! Eu sou a Dani e esse texto fala sobre Como está a sua relação com a comida?.



A pergunta do titulo deste post pode ser corriqueira, pode parecer até inofensiva mas, na resposta, pode-se sim, perceber se algum distúrbio alimentar ronda a pessoa.

A verdade é que esses distúrbios alimentares são a ponta do iceberg de algo mais abrangente e preocupante que assola toda a sociedade: nossa relação com a comida nunca foi tão ruim. Vivemos num mundo com índices alarmantes de sobrepeso e obesidade — mais de 50% dos brasileiros estão com quilos a mais, por exemplo.

Para prevenir essas condições ou evitar seu agravamento, devemos prestar atenção em como encaramos os momentos à mesa e buscar ajuda de um profissional quando necessário. Em muitos casos, familiares e amigos podem dar o suporte e levar o paciente para a primeira consulta, pois ele não consegue visualizar o problema. E essa (falta de) visualização do problema é um dos sintomas d Anorexia Nervosa.

A anorexia nervosa é um transtorno alimentar que faz a pessoa enxergar o próprio corpo de maneira distorcida (em geral, muito acima do peso) e, a partir daí, leva a atitudes de risco como dietas restritivas, abuso de exercícios físicos, indução de vômito para expulsar as refeições e até mesmo uso de medicamentos como laxantes. O problema pode afetar qualquer faixa etária ou gênero, mas é mais comum em mulheres jovens.

A anorexia está ligada a origens psicológicas e fisiológicas e, uma vez instalada, atrapalha a ação de um dos hormônios que controlam o apetite, a melanocortina, o que deixa a pessoa constantemente sem fome. Percebeu como a relação com a comida de muitas pessoas podem estar ligadas a transtornos alimentares, como a Anorexia?

Embora em boa parte dos casos não dê para prevenir diretamente o aparecimento da anorexia, é possível flagrar seus sinais logo no começo e impedir que o quadro se acentue. Passar muito tempo na frente do espelho ou tornar-se obcecado com o peso são evidências de que é preciso ligar o alerta.


Espero que você tenha gostado da abordagem. Segue a gente nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, e no Youtube. Entre no grupo do Whatsappe no grupo do Telegram

Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

Nenhum comentário